Ao utilizar este website está a concordar com a nossa política de uso de cookies. Para mais informações consulte os nossos Política de Privacidade.

OK
PT
EN
Fale Connosco

Fale Connosco

Preencha os seus dados e entraremos em contacto consigo

* Campos de preenchimento obrigatório

A Ilha da Madeira é conhecida pelas suas paisagens naturais de cortar a respiração, que vão desde altas montanhas, praias paradisíacas, e incríveis caminhadas - também conhecidas como levadas ou veredas na Madeira.  Há inúmeras levadas por toda a Ilha da Madeira - podia facilmente fazer uma por dia, durante um ano e ainda ficar com muitas por visitar! Embora muitas delas sejam fáceis de fazer, algumas requerem um pouco de cautela e um guia experiente. Estas levadas são a melhor forma de explorar a Floresta Laurissilva da Madeira - Património Mundial da UNESCO.

 

O que são as Levadas?

Levada é o nome dado na Madeira aos tradicionais canais de irrigação utilizados para transportar água das zonas montanhosas do norte e oeste da ilha para os campos agrícolas e para o consumo humano no sul. A construção das levadas começou pouco tempo depois da chegada dos primeiros colonos portugueses à Madeira. A maioria delas foi construída nos séculos XVII e XVIII, enquanto algumas são mais recentes, concluídas na década de 1940. A construção de uma levada era um processo muito árduo e perigoso. Os trabalhadores, suspensos em cordas, utilizavam picaretas para escavar as encostas das montanhas e madeira das árvores locais para construir canais rudimentares para que a água fluir. As encostas íngremes da Madeira tornavam as condições de trabalho muito inseguras e, para os trabalhadores, o medo de cair estava sempre presente. Com o tempo, estas levadas foram reconstruídas com melhores materiais e os seus percursos pedonais foram expandidos. Hoje em dia quase todas as levadas são seguras.

A maior parte dos percursos pedonais nas encostas da Madeira é popularmente designado por levadas. Na verdade, a palavra “levada” designa apenas o curso de água, enquanto o percurso pedonal junto á levada é chamado de “vereda”. Por essa razão, os percursos nos quais não existe o transporte de água são apenas chamados Veredas.

 

Levadas na Madeira que não pode perder

Segue-se uma lista de levadas na Madeira que não deve deixar de visitar enquanto aqui estiver. Apesar de cada uma ter vistas únicas a descobrir, escolhemos as seguintes como algumas das melhores levadas que a Madeira tem para oferecer:

 

Caldeirão Verde

Esta levada começa no Parque Florestal das Queimadas, no município de Santana. A partir do Parque das Queimadas iniciam-se muitas levadas, a mais conhecido dos quais é a Levada do Caldeirão Verde. Este caminho segue o curso natural da água, por 8,7 km através da Floresta Laurissilva, terminando numa imponente queda de água. Neste ponto pode voltar atrás, ou explorar mais no coração da Floresta Laurissilva, onde encontrará a vereda para o Caldeirão do Inferno. Ao contrário do que o seu nome sugere, o Caldeirão do Inferno é uma visão que vale a pena ver.

Também a partir do Parque Florestal das Queimadas, "Um passeio para todos" é uma curta caminhada de 2 km, sem variações de altitude, que apresenta uma oportunidade para pessoas com deficiências, ou fisicamente incapazes de caminhar noutras levadas, de experienciarem a Floresta Laurissilva da Madeira.

 

Pico Ruivo

Também no município de Santana, na parte norte da ilha, situa-se o Pico Ruivo. Apenas acessível a pé, esta majestosa montanha é o ponto mais alto de todo o arquipélago da Madeira. Um pouco abaixo do ponto mais alto (1862 m), situa-se a casa dos Guardas Florestais, que serve de paragem de descanso, com um miradouro no qual vale a pena parar para apreciar a bela vista. Pode chegar ao Pico Ruivo a partir do Pico do Areeiro (ver abaixo) ou da Achada do Teixeira, em Santana. Esta última é a opção mais fácil, uma vez que é mais curta e não tem tantas variações de altitude.

 

Pico do Areeiro

Sendo o terceiro ponto mais alto (1817 m) da Madeira, o Pico Areeiro é um dos mais populares pontos turísticos da ilha, em parte porque é facilmente alcançável de carro, e em parte porque é o ponto de partida de uma das caminhadas mais famosas da Madeira. A vereda do Pico Areeiro ao Pico Ruivo é um desafio empolgante, pois atravessa algumas das inclinações mais íngremes nas zonas mais altas da Madeira. No entanto, as vistas arrebatadoras desta vereda não são para todos – especialmente os que sofrem de vertigens.

 

25 Fontes (Rabaçal)

Outra levada muito popular na Madeira, a Levada das 25 Fontes começa no Rabaçal, no noroeste da ilha. Esta caminhada desce até uma cascata e uma lagoa, rodeada pela Floresta Laurissilva. Do outro lado do caminho encontrará várias nascentes ("fontes") que dão o nome a esta levada. Esta não é, contudo, a única fantástica caminhada que começa no Rabaçal: há também a Levada do Risco e a Lagoa do Vento - e todas elas valem a pena visitar.

 

Balcões (Ribeiro Frio)

O miradouro dos Balcões é um dos pontos turísticos mais conhecidos da Madeira. Este miradouro oferece vistas deslumbrantes sobre os profundos e verdejantes vales do Faial, cobertos por um manto da Floresta Laurissilva circundante. É também um excelente local para a observação de aves. A Floresta Laurissilva é o habitat natural de muitas espécies de aves endémicas à Madeira. O miradouro dos Balcões oferece uma excelente oportunidade para fotografar estas criaturas coloridas. Para chegar ao miradouro, há uma curta caminhada que começa no Ribeiro Frio.

O Ribeiro Frio é também o início (e fim) de outras caminhadas. Aqui encontra ainda restaurantes conhecidos, onde pode se deliciar com a gastronomia madeirense, e a tradicional Poncha.

 

Levada dos Tornos

A Levada dos Tornos é a maior levada da Madeira e um verdadeiro feito de engenharia. Começando nas partes mais profundas da Boaventura, no norte da ilha, este curso de água percorre 106 km, atravessando 4 municípios e terminando em Santo António da Serra. Devido à sua extensão, esta levada está dividida em várias secções. A parte norte da Levada dos Tornos, ao longo do vale da Boaventura, oferece paisagens exuberantes com belos miradouros e quedas de água. Embora esta secção da Levada dos Tornos não seja particularmente difícil, recomenda-se que vá acompanhado por um guia local. A parte sul da Levada dos Tornos começa no Monte, e é facilmente acessível de carro a partir do centro da cidade do Funchal. Ao longo do percurso encontra várias vistas panorâmicas do Funchal.

 

Ponta de São Lourenço

Ponta de São Lourenço é o nome dado à península que se situa na parte mais oriental da Ilha da Madeira. Localizada no Caniçal, no Município de Machico, esta paisagem vulcânica, acidentada e absolutamente deslumbrante, é imperdível. Contrastando com a Floresta Laurissilva, na Ponta de São Lourenço depara-se com um cenário rochoso, com escassa vegetação. A vereda da Ponta de São Lourenço começa mesmo no final da estrada e é um ponto turístico muito conhecido. Esta vereda atravessa a península ao longo das suas encostas, sendo ladeada pelo mar de ambos os lados. É recomendado que traga água e proteção contra o sol (especialmente no Verão). Na parte final desta vereda, o Cais do Sardinha proporciona um local de descanso, imediatamente antes da subida final, onde pode mergulhar na água, e onde dispõe também de um restaurante.

Ainda na Ponta de São Lourenço encontra o miradouro da Ponta do Rosto, onde pode observar as imponentes falésias vulcânicas que descem sobre o mar. Cuidado com o vento que, por vezes, sopra forte nesta parte da ilha!

 

Vereda do Larano (Boca do Risco)

Embora não seja uma das caminhadas mais conhecidas da Madeira, a Vereda do Larano (também chamada Vereda da Boca do Risco, devido ao miradouro com o mesmo nome) oferece vistas costeiras deslumbrantes. Não sendo uma caminhada perigosa, esta vereda não é certamente para todos, e recomenda-se que traga consigo um guia local, para que não correr o risco de se perder. Se decidir caminhar ao longo deste trilho, conte com vistas impressionantes ao longo da costa norte da Madeira, com a floresta de um lado e o oceano do outro. Pode iniciar esta caminhada de 9,3 km em Machico ou no Porto da Cruz, dependendo da direção que pretender seguir. Se for um caminhante experiente que procura um desafio, pode prolongar a sua viagem até ao Caniçal, para um belo passeio ao longo da costa nordeste da Madeira. Tenha em atenção que o caminho para o Caniçal apresenta inclinações muito íngremes, sendo que neste caso um guia turístico é altamente recomendado.

 

Esta é uma pequena lista de algumas das melhores levadas na Madeira - há muitas mais para explorar. Se planeia mudar-se para a Madeira, a NEWCO Real Estate pode ajudá-lo a comprar a sua casa de sonho, ao longo do processo de mudança, e a encontrar guias experientes para as suas aventuras nas levadas da Madeira.

Relacionados

18 . 12 . 2020 O que fazer na Madeira

Natal na Madeira

Saber mais

Cowork na Madeira - Conheça os Remote Eastcoasters

Saber mais